quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Capitulo 9

Zac assistiu ao que parecia ser uma cena feliz. Aparentemente, adquiriu uma gata, uma bola amarela que estava deitada em cima de sua filha. Aromas deliciosos vinham da cozinha, e era possível escutar Vanessa cantarolando enquanto preparava o jantar. A casa parecia arrumada e limpa, apesar dos brinquedos que Amanda jogou para fora do cercado. Sua casa nunca foi tão acolhedora antes. Andou até o cercado.
Zac: Quem é sua amiga, minha Manda?
Ele pegou-a no colo. A gata pulou para fora do cercado e enroscou-se em suas pernas. Abaixou-se e pegou-a também.
Zac: Quem é essa?
Amanda: Gata.
Zac: Isso eu já vi.
Amanda: Gooey.
Zac: Gooey?
Van: Acho que ela está dizendo "Goody". É o nome da gata.
Zac sorriu para Vanessa. Ela estava usando jeans desbotado e um suéter que revelava sua forma esbelta. Estava descalça. Os cabelos presos em um rabo-de-cavalo. No conjunto, estava encantadora, tanto que ele teve de afastar o olhar para lembrar-se do que estavam falando.
Zac: Ah, Goody, então ela é sua.
Van: Desculpe tê-la trazido, é que Amanda ficou tão encantada quando passamos em meu apartamento e…
Zac: Sem problemas. (disse ele acariciando o animal.)
A gata ronronou, arranhou e amassou as calças dele. A gargalhada de Amanda fez com que Zac olhasse para ela. Estava com a ponta de sua gravata firmemente presa entre os dentinhos. Zac riu. Se alguém houvesse dito a ele que se sentiria completamente feliz sentado com uma gata, estragando suas calças, e uma criança comendo sua gravata, e Vanessa sorrindo para ele, teria saído da sala e ligado para um hospício.
Zac: Estou sentindo cheiro de jantar?
Van: Eu estou preparando.
Zac: Você é um anjo, Vane. Qual é o menu"?
Van: Tortellini de queijo com molho de camarão.
Zac: Quando vamos comer?
Van: Assim que você se trocar.
Zac: Você olha Amanda?
Van: Precisa perguntar?
Ele lançou-lhe um sorriso enquanto ia para o quarto. Ela realmente era um anjo. Perguntava-se quanto tempo levaria para conseguir transpor aquela barreira. Colocando jeans, camiseta e um velho par de chinelos, foi para o banheiro, onde lavou as mãos.
Vanessa e Amanda estavam na cozinha. Ele apressou-se para juntar-se a elas. Amanda batia na bandeja com a colher, exigindo ser alimentada enquanto Vanessa cortava o tortellini e os vegetais.
Van: Só um minuto, amor. Quase pronto.
Zac sentou-se e começou a se servir.
Zac: Parece delicioso!
Van: Não tão rápido papai. (disse ela, empurrando o prato de Amanda para ele.)  Acho que está na hora de assumir esta tarefa.
Ele começou a servi-la.
Van: Não tanto. (Vanessa ensinou, e ele tirou o excesso.)
Amanda: Mmm-mmm. ( disse ela, engolindo. Antes que ele pudesse encher a colher, a boquinha já estava aberta esperando mais. Ele tentou comer também, como vanessa sempre fazia, mas Amanda estava com a boca sempre aberta. Finalmente, Vanessa ficou com pena dele.)
Van: Pode jantar. Continuo agora.
Ele praticamente jogou a colher em cima dela. Enquanto devorava sua comida, ele observava ela cuidar de Amanda. Ela nasceu para ser mãe. Ela era boa em praticamente tudo em que colocava as mãos. Era uma profissional de primeira, e ele aprendeu a confiar nos instintos dela tanto quanto nos seus. Também sabia cozinhar, bendita seja.
E devia ser boa... hmm... na cama.
Ele pressentia isso com aquele instinto que os homens experientes possuem. Pressentia mais. Seria diferente com Vanessa. Ela não seria uma daquelas mulheres cujos rostos apagavam-se de sua memória. A idéia deixou-o incomodado, mas isso não diminuiu sua determinação de conquistá-la. Na verdade, nunca esteve tão determinado a conquistar uma mulher.
Zac: Estava delicioso. (disse ele, observando Amanda, que puxou a colher cheia de comida.)
Van: Ah, não. Coitadinha. (Pegou a colher e limpou-a com um guardanapo. Amanda deixou-a fazer isso até encher a mão com tortellini e enfiar na boca, depois tentou limpar a prova do crime atrás de sua cabeça. Zac riu.)
Van: Não a incentive (repreendeu Vanessa, também querendo rir.) Ela tem de aprender a comer como uma dama. (Encheu a colher de novo e colocou na mão de Amanda. Na mesma hora, ela lançou a comida por cima dos ombros, jogou a colher e começou a tentar sair da cadeira.)
Amanda: Saí.
Van: Deixe-me limpar isso, depois lhe dou um banho.
Zac: Eu cuido do banho. (disse, levantando-se.)
Van: Mesmo?
Zac: Mesmo. Como você disse, está na hora de eu começar a assumir, então darei banho na senhorita Amanda e colocarei o pijama nela e, então, voltarei para lavar a louça. Que tal?
Van: É melhor me segurar, porque vou desmaiar.
Zac: Quando quiser. (disse ele, esticando os braços.) Pode desmaiar.
Van: Pensando bem, economize suas forças. A hora do banho pode ser um desafio maior do que imagina.
Zac: Covarde.
Van: Prefiro o termo prudente.
Zac: Você prefere dar a última palavra.
Van: É verdade. E agora consegui. Quando chegaram ao banheiro, Vanessa já tinha preparado tudo.
Zac: Para baixo. (mandou ele.) Podemos assumir daqui, não podemos minha Manda?
Quase 40 minutos depois, eles desceram. O banheiro estava inundado Vanessa estava, sentada, no sofá com a gata no colo. Ele colocou Amanda ao lado dela.
Zac: Dê uma olhada nela. (disse ele, indo para a cozinha.) Volto em um minuto.
Van: Sem problemas. (disse, empurrando a gata do colo, e colocando Amanda.) Já cuidei disso.
Zac: Graças a Deus. (falou ele, voltando e jogando-se no sofá a seus pés. Ela riu e começou a puxá-los, mas ele impediu-a, suas mãos apertaram-se em volta dos tornozelos dela.)
Zac: Você merece uma boa massagem no pé. (disse ele, lembrando-se da sensação da última massagem. Ele queria escutar aqueles gemidos mais uma vez, e outra…)
Van: Meus pés estão bem. (insistiu ela, mas ele puxou-os mesmo assim.)
Zac: Eles não estão cansados?
Van: Não muito.
Zac: Usar sapato social todo dia deve ser doloroso disse ele, começando com o pé esquerdo.
Van: Você também usa sapato social todo dia.
Zac: Mas eles não têm salto.
Van: Bem lembrado. Meu Deus!
Zac: Está gostoso?
Van: Como o paraíso. (Ela suspirou e fechou os olhos.)
Ele mudou para o pé direito. Muito antes de ele terminar, ela já estava mole como uma boneca de pano, e ronronando como a gata. Um fato que não passou despercebido por Amanda, que na mesma hora exigiu atenção. Literalmente, enxotando Vanessa, deitou-se sobre as pernas dela e levantou o pezinho para chamar a atenção do pai. Ele e Vanessa caíram na gargalhada, mas isso não foi nada em comparação ao ataque de riso que ela teve quando Zac fez cócegas em seus pés.
Vanessa sentou-se e entrou na brincadeira, beijando Amanda em todos os lugares que Zac fazia cócegas: joelhos, costelas, queixo e daí em diante. Então, Amanda decidiu virar o jogo e fazer cócegas no pai, começando com o cotovelo. Ele fingiu rir, mais para agradá-la, agora era a vez de Vanessa participar.
Vanessa desapontou-o.
Amanda apontou para o cotovelo de Zac, e mandou Vanessa:
Amanda: Beja!
Zac olhou para Vanessa, que corou, mas inclinou-se e beijou rapidamente. Amanda foi para o queixo então, e o pânico espalhou-se pelos olhos de Vanessa, que rapidamente virou-se para a gata.
Van: E Goody? Será que Goody sente cócegas? Amanda prontamente pulou e tentou fazer cócegas em Goody.
Quando a gata cansou, Amanda bocejou.
Zac Hora de alguém ir para a cama. (disse, esperando que Vanessa mais uma vez, o ajudaria, a fazer Amanda dormir. Quando ela levantou-se, ele pegou Amanda e foi para as escadas.
Van: Vejo vocês na segunda de manhã. (disse, fazendo-o parar.)
Zac: O quê?
Van: Tenho de ir. (falou já colocando os sapatos.)
Zac: Ir? ( Ele franziu a testa, sabendo que soava como um perfeito idiota.)
Van: Zac. Estou indo para casa é final de semana. Quero dormir na minha cama, limpar minha casa, relaxar. Você ficará bem aqui sozinho com Amanda. Agora já sabe o que está fazendo.
Zac: Quando se trata das coisas normais. E se algo anormal acontecer?
Van: Se acontecer algo com o qual você realmente não souber lidar, me ligue.
Zac: Ok. Você está certa. Ela é minha responsabilidade. Vá para casa.
Ela começou a procurar a gata, que desapareceu.
Van: Goody! Venha. Vamos passear. Amanda gritou:
Amanda: Gooey!
Van: Ela subiu?
Zac: Acho que não.
Van: Vou procurar na lavanderia. Coloquei uma lata de lixo lá.
Zac: Se ela não estiver lá, vou ajudá-la a procurar. (Ele colocou Amanda no cercado. Depois seguiu Vanessa. Ela foi até a porta da lavanderia e olhou lá dentro.)
Van: Aqui está você.
Zac: Encontrou? ( Ele foi atrás dela, chegando assim que ela virou-se. Eles se tocaram, peito com peito.)
Zac: Opa! ( Os braços dele automaticamente envolveram-na. Por um único instante, eles ficaram juntos, presos pelo mesmo pensamento, uma lembrança compartilhada de lábios fundindo-se e desejos escapando do controle.)
Zac: Vane (sussurrou ele.)
Ela engoliu seco, o olhar nos lábios dele, e ele sentiu uma pontada de triunfo. Mas ela deu um passo para trás, fugindo.
Ela pegou a gata, colocou-a na bolsa e correu para a porta. Ele foi atrás.
Zac: Vane, tenha um bom final de semana.
Van: Obrigada. Para você também. (Ela sorriu e fugiu, Zac cruzou os braços. Tudo bem, ela fugiria hoje, mas estava chegando o dia em que não fugiria, e ambos sabiam disso.)


Se tiver muitos coments eu posto um Cap Gigante ainda hoje... :)


Beijos Amoressssssss!!!!!!!!!

16 comentários:

  1. kkkkkkkkkkk
    A vane e o zac parecem gato e rato!
    A vane vive fugindo dele!
    Espero que eles se entendam logo logo!
    Tá super lindo!
    Amei!
    Posta logo
    Bjos amorê

    ResponderExcluir
  2. Ai que bonitinho, vane sempre fugindo.Manda cada dia ficando mais fofa.
    Amei o cap.
    Beijinhos <3

    ResponderExcluir
  3. Olá,sou nova por aki!Adorei a fic ,ela é muito boa!

    Ah,será que podia divulgar para mim? http://savemezanessa.blogspot.com/

    estou començado com ela agora...Passa lá e vê se gosta ok!?

    Ah,posta mais!!!

    ResponderExcluir
  4. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAaa please posta mais vou ficar lokaaa!
    My Gosh!please posta logo!

    ResponderExcluir
  5. Adoreii
    Amanda hiper cute
    e o zac e a vane não resolvem isso mesmo
    adoreiiiiii(x3)
    posta logooo

    ResponderExcluir
  6. lindooooooo posta logo estou louca para saber o q vai acontecer bjsss

    ResponderExcluir
  7. maraaaaaaaaaaa lindooo aiii quase q eles se beijavam q mara rsrsrsrs posta logo bjsss

    ResponderExcluir
  8. aiii q lindooo esta maravilhoso o zac quase q a beija posta logo bjssss

    ResponderExcluir
  9. top de linha como sempre
    to amando posta
    logo !!!!!!

    ResponderExcluir
  10. amei!! está maravilhoso
    posta logo!

    ResponderExcluir
  11. aii posta hj por favor ta lindo!!!!!!

    ResponderExcluir
  12. o zac ta cada vez mais caidinho pela vane...
    naum sei como ela consegue resistir...uashuahsuas
    Lindo, perfeitinho...
    posta loguinho...
    Bjão

    ResponderExcluir
  13. aaah posta logo ameei mesmo *-*

    ResponderExcluir
  14. kkkkk, esse jogo de pega-pega está esquentando em.kkk
    tá lindo
    posta logo
    bjooss

    ResponderExcluir

Gostaram??? Comentem!!! Uma mensagem... Uma sugestão... ou apenas um Oi...!!! bjsss!!!!